Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

“Xitala Mati”

“Xitala Mati”

A antologia que reúne dez contos foi publicada em 1987 e reeditado em 2007, sendo este relançamento a celebração do 20º aniversário da obra. As estórias de “Xitala Mati” foram inspiradas pelo autor nas suas próprias vivências, na Munhuana, bairro onde passou a infância. Aliás, o título do livro recorda como é conhecida aquela zona residencial de Maputo por ser pantanosa e, por ser uma das áreas mais críticas de circular em períodos chuvosos. Como refere o autor, as estórias da vida no pantanal da Munhuana que reúne no livro “procuram ser o retrato da vida verdadeira do povo verdadeiro”.O livro simboliza uma geografia social em que o autor revela uma competência executiva no acto do discurso. “Xitala Mati” gravita à volta da Cantina do Tinga, um lugar onde todos se concentravam. “Espaço da missão da Igreja onde muitas estrelas estudaram, em contraste da esquadra onde os choros e gritos dos chambocos ecoavam”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!