Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Volumes de investimentos decrescem em Nacala

O Gabinete das Zonas Económicas de Desenvolvimento Acelerado ( GAZEDA ) em Nacala considera o ano prestes a terminar como sendo o que menos investimentos alcançou.

Os investimentos situaram-se em cerca de sessenta milhões de dólares norte-americanos com onze projectos aprovados em 2011, contra cerca de cento e setenta biliões de dólares com 22 projectos autorizados em 2010.

O Delegado do Gabinete da Zona Económica Especial de Nacala, Branquinho Nhombe, que revelou o facto ao jornal O Nacalense, apontou os efeitos negativos directos da crise económica e financeira internacional, como uma das razões da retracção acentuada de volume de investimentos.

Nhombe que devido aos efeitos da crise financeira internacional, os investidores preferiram aguardar por melhores tempos. O maior volume de investimento estrangeiro até agora mobilizado pela Zona Económica Especial de Nacala é oriundo de países da Zona de Euro, nomeadamente, Portugal, Bélgica, Inglaterra e Itália, que por sinal, foram os mais fustigados pela actual crise, disse o nosso entrevistado.

De acordo com estatísticas, Portugal lidera a lista com 46.154.644 dólares, seguido da Itália com 20.191.369 dólares, Bélgica com 19.787.541 dólares e Inglaterra com 810 mil dólares, onde maior bolo deste valores investidos em projectos ligados a prestação de serviços, industrias, agricultura, e comercio.

De acordo com o delegado do GAZEDA, dos onze projectos aprovados no presente anos, apenas dois é que estão em execução.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!