Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tribunal moçambicano condena raptores a penas de 16 e 20 anos de prisão

O Tribunal Judicial de Sofala, localizado na cidade da Beira, no centro de Moçambique, condenou a penas de 16 e 20 anos de prisão três homens pela tentativa de rapto dum menor.

Segundo avança o jornal Diário de Moçambique, editado na Beira, cinco arguidos foram julgados em conexão à tentativa de rapto do filho de um empresário, ocorrido em setembro de 2013, à porta de uma escola privada, num caso que foi impedido pela intervenção de um funcionário escolar.

Descritos pelo tribunal como mandantes e chefes da quadrilha, Muidi Tharakral e Mohammed Richar, de nacionalidade indiana, foram condenados à pena de 20 anos de prisão, finda qual deverão ser expatriados para a Índia, alegadamente porque residiam há menos de cinco anos em Moçambique, quando ocorreu a tentativa de rapto.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!