Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo tem fundos para reabilitar estrada entre Nampula e Cabo Delgado

O governo dispõe de um montante estimado em 154 milhões de dólares americanos para investir na reabilitação de dois importantes troços rodoviários que vão garantir a circulação de viaturas e peões em segurança, ligando o centro e norte do país. Trata-se do troço Namialo-Rio Lúrio, nas províncias de Nampula e Cabo Delgado, respectivamente, cujas obras tem cerca de dois anos de duração e arracam no próximo mês de Agosto.

O montante em referência foi disponibilizado pelo governo norteamericano no quadro da iniciativa Millenniun Challenge Account, e vai igualmente financiar os trabalhos de reabilitação do troço que liga a capital provincial de Nampula ao Rio Ligonha, na vizinha Zambézia, de acordo com Agostinho Notece, gestor do programa de estradas no MCA.

Seunda-feira, a cidade de Nampula acolheu a cerimónia de lançamento oficial do concurso público para a selecção do empreiteiro para executar a obra correspondente ao troço Namialo – Rio Lúrio, com uma extensão de cerca de 154 quilómetros.

Na ocasião, Agostinho Notece explicou que a empreitada que suscita o interesse de mais de 30 empresas nacionais e estrangeiras, vai consistir no aumento da sua largura, que varia de seis a sete metros para oito metros, com vista a acomodar duas faixas de rodagem e passeios para peões.

Acrescentou que naquele troço o piso de asfalto que se encontra bastante degradado, estado que concorre para o registo de acidentes, sobretudo por parte dos automobilistas que não respeitam os limites de velocidade colocados ao longo da estrada, vai ser removido na totalidade e substituído por outro de base melhorada para suportar o tráfego intenso que se verifica nos últimos tempos.

O tráfego tem vindo a crescer naquele troço, sobretudo por parte de viaturas que garantem o escoamento de mercadorias diversas de e para o porto de Nacala, a principal porta de entrada e saída de bens que são produzidos ou abastecem a região norte.

Entretanto, Agostinho Notece garantiu que até Julho de 2013 o tráfego rodoviário no troço Nampula-Pemba, da EN1, vai beneficiar de maior fluidez e segurança porquanto está prevista a montagem de equipamentos de sinalização modernos em todos os locais considerados de risco.

Em relação ao troço Nampula-Rio Ligonha, com cerca de 103 quilómetros de extensão, o concurso para selecção do empreiteiro será lançado no próximo dia 10 .

Implicitamente, a cidade de Nampula ficará também beneficiada pois que, com esta empreeitada, verá supridos os problemas de drenagem que aceleram a degradação do asfalto e, consequentemente, das condições de circulação de veículos num troço de mais de dez quilómetros, partindo da rotunda do aeroporto em direcção ao rio Ligonha.

A conclusão das duas empreitadas previstas para finais de 2013, coincidentemente com o término dos trabalhos de reabilitação da estrada Nampula-Cuamba, estará completa uma importante etapa que o governo vem perseguindo no sentido de ligar as capitais provinciais da zona norte por estrada em bom estado para a circulação de veículos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!