Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Província de Maputo empregou mais de dois mil candidatos este ano

Um total de 2.221 candidatos, dos quais 710 mulheres, conseguiram emprego durante o primeiro trimestre do ano em curso na província de Maputo, em diversas áreas de actividade, com destaque para a de serviços. Esta cifra representa um ligeiro decréscimo, comparativamente ao mesmo período do ano passado, em 10 postos de trabalho.

Segundo um comunicado de Imprensa enviado ao @Verdade, o número de postos de trabalho projectado pelo governo provincial para este período em alusão é de 4.780, segundo dados da Direcção Provincial do Trabalho. O facto deriva da não aprovação, ainda, dos projectos Fundo de Desenvolvimento Distrital (FDD), PERPU (Plano Estratégico de Redução da Pobreza Urbana), bem como do Pro-Jovem, que têm sido iniciativas preponderantes na criação de auto-empregos nas camadas jovens, sobretudo, através de fundos descentralizados.

No período, o sector mineiro foi o que mais empregou na província, com 1.436 recrutados paras minas da República da África do Sul (RAS), 32 admissões directas nas empresas, sobretudo da Matola, 72 colocações a partir dos centros de emprego e outros 12 por via do auto-emprego, resultantes de várias iniciativas de empreendedorismo.

Ainda no primeiro trimestre deste ano, empresas da província de Maputo foram responsáveis pelo recrutamento de 669 trabalhadores de nacionalidades estrangeiras. Em termos de formação profissional, a província de Maputo treinou, no período em referência, um total de 1.602 beneficiários, em diversas especialidades, sobretudo nas de resposta imediata no mercado local.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!