Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Parlamento de Portugal aprova orçamento para 2012

O Parlamento Português aprovou o orçamento de Estado para 2012 esta quarta-feira, com o principal partido de oposição a abster-se de ser contrário à austeridade da proposta, mesmo com a promessa de causar a recessão mais profunda em décadas.

A aprovação do orçamento nunca foi questionada, já que o governo de coligação de centro-direta tem maioria confortável no Parlamento, permitindo que adote medidas bastante impopulares para atender as metas orçamentárias rigorosas dentro dos termos do resgate de 78 bilhões de euros da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional.

Ainda assim, a postura dos Socialistas foi importante para mostrar amplo apoio à austeridade imposta pelo resgate, num país que vem tentando se diferenciar do caos político e econômico da Grécia. Dentro dos termos do resgate, Portugal precisa cortar o déficit orçamentário do próximo ano para 4,5 por cento do Produto Interno Bruto, ante a estimativa para este ano de 5,9 por cento. Para fazer isso, o governo vai elevar impostos e suspender feriados e bônus de fim de ano para servidores públicos, entre outras medidas.

A expectativa é de que a economia tenha contração de 3 por cento em 2012 depois da queda de 1,6 por cento este ano, o que representaria a recessão mais profunda de Portugal desde o retorno à democracia em 1974.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!