Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nove imigrantes morrem afogados na tentativa de nadar para o território espanhol

Nove pessoas morreram afogadas, esta quinta-feira (6), quando tentaram, junto a cerca de 200 outros imigrantes africanos, nadar de Marrocos até o enclave espanhol de Ceuta, afirmou o governo espanhol.

A Espanha tem dois enclaves no país norte-africano, Ceuta e Melilha, e os imigrantes regularmente tentam alcançá-los nadando ao longo da costa ou escalando as paredes triplas que os separam de Marrocos.

Os corpos de oito homens e de uma mulher foram recuperados em águas marroquinas, disse o representante do governo espanhol em Ceuta. Os imigrantes já haviam tentado atravessar o arame farpado que cerca a fronteira, mas desistiram quando a polícia espanhola levou-os de volta, disse a autoridade.

Todos os anos, milhares de imigrantes africanos tentam chegar ao litoral europeu e em quase todas as semanas há resgates e afogamentos no litoral de Marrocos. Cerca de 3.000 imigrantes ilegais entraram na Espanha no primeiro semestre de 2013, segundo dados oficiais, o dobro do registado no mesmo período em 2012.

A maioria veio através dos enclaves marroquinos. A pressão sobre Ceuta e Melilha intensificou-se à medida que mais imigrantes tentam acessar a Espanha por terra e não por mar, onde os controles aumentaram, disse o ministro do Interior espanhol, Jorge Fernández Díaz.

“A situação instável que a Primavera Árabe criou, a enorme quantidade de pessoas deslocadas pelo conflito violento e a tragédia da Síria contribuíram para o aumento da imigração subsaariana tradicional”, disse ele.

No entanto, muitos ainda tentam entrar na Europa por via marítima. Na quarta-feira, a Marinha italiana resgatou mais de 1.100 imigrantes de nove jangadas nas águas ao sul da Sicília. No último domingo, as autoridades marroquinas recuperaram cinco corpos de imigrantes africanos na costa de Nador, no norte do país, quatro deles de Senegal.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!