Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique vai realizar um estudo para avaliar a situação do Professor

O Ministério da Educação (MINED), com apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação Ciência e Cultura (UNESCO), prepara-se para realizar um estudo para avaliar a situação global do professor para contrariar a tendência de abandono que se regista actualmente.

Falando em conferência de imprensa, o director nacional de Formação de Professores no Ministério da Educação, Feliciano Mahalambe, avançou que o número de professores contratados anualmente nunca chega completo ao final do ano, pois boa parte deles desistem.

Contudo, Mahalambe não avançou detalhes estatísticos. A iniciativa, segundo Mahalambe, a ser lançada, brevemente, vai estudar a questão do professor no seio social, sua identidade, dispersão e gestão tendo em vista a criação de condições para a sua retenção professor nas fileiras da educação.

“Com descoberta de recursos minerais no país, a tendência dos professores é de desistirem para trabalharem nos projectos desta área. O estudo tem em vista facilitar a realização de projecções das necessidades a médio e longo prazos e garantir a manutenção da quantidade e da qualidade”, disse Mahalambe.

A fonte disse que já foram realizados seminários para a socialização dos professores com esta matéria e, actualmente, decorre um curso de formação dos técnicos de diversos ministérios que irão integrar com a equipa que vai realizar o trabalho.

Sem precisar valores, Mahalambe garantiu que a UNESCO disponibilizou-se a comparticipar, adiantando que o estudo não significa muito dinheiro apesar de ser necessário.

O estudo, segundo Mahalambe, deve ser equiparado a outros que são realizados em África com o mesmo objectivo no âmbito do alcance dos objectivos do milénio e da melhoria da qualidade de ensino.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!