Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique pode arrecadar até nove mil milhões de USD

As receitas dos impostos sobre as empresas de carvão e gás em Moçambique podem chegar aos nove mil milhões de dólares até 2030, de acordo com um relatório do Banco Mundial citado pelo site noticioso Proactive Investors Austrália.

“As crescentes receitas do carvão e gás podem chegar aos nove mil milhões de dólares (6,4 mil milhões de euros) dentro de 15 anos, segundo um relatório do Banco Mundial”, lê-se no site financeiro australiano, que acrescenta que “apesar de este aumento de receitas não acontecer para já, o Banco projecta que isto vai representar 32% do total das receitas do Governo”.

A previsão, alerta o mesmo site, está dependente do desenvolvimento dos projectos em curso, principalmente os de carvão na província de Tete, e de gás natural na região de Cabo Delgado.

Em 2011, as receitas do Governo na área das indústrias extractivas chegou aos 100 milhões de dólares (71,8 milhões de euros), de acordo com um relatório da Iniciativa para a Transparência nas Indústrias Extractivas (EITI, no original em inglês), que nota que, no ano anterior, as receitas rondaram os 40 milhões de dólares (28,7 milhões de euros).

A notícia do aumento exponencial de receitas potenciais para Moçambique coincide com o início de um encontro, na quinta-feira em Maputo, de peritos e analistas nesta área para debaterem as estratégias de produção de energia limpa para reduzir a poluição e os custos de importação de combustíveis fósseis.

“Os biocombustíveis são muito interessantes para Moçambique, e é por isso que o Governo concentra parte do seu esforço para mobilizar a comunidade para cultivar plantas como a jatropha para aumentar a produção de biodiesel, e diminuir as importações de combustíveis fósseis”, disse o vice-ministro da Energia, Jaime Himede, citado pela Antaranews.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!