Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Malária ocupa 60 por cento de internamento de crianças

Cerca de 60 por cento de casos de internamento de crianças nas pediatrias e 40 por cento de consultas externas e de tratamento nas unidades sanitárias de Nampula têm sido de malária. Em 2008 foram notificados mais de 800 óbitos, de um universo de cerca de 850 mil casos de malária.

Estes dados foram tornados públicos na sede do distrito de Mogovolas, por ocasião do Dia Mundial contra a malária celebrado no último Sábado. Discursando em representação do governador, Moisés Paulino João, director provincial dos Recursos Minerais e Energia, disse que apesar dos esforços, visando combater a doença, os índices apresentam-se elevados.

Com vista a reduzir a reduzir a propagação da malária, aquele responsável referiu que o governo e seu parceiros estão a adoptar medidas preventivas, sobretudo através da distribuição gratuita de redes mosquiteiras e promoção de campanhas de pulverização intra-domiciliárias. Em Nampula, apenas cinco distritos beneficiam da campanha de pulverização intra-domiciliária, uma cobertura equivalente a 23.8 por cento da população.

Por seu turno, Flávio Jordão Wate, director provincial da Saúde, reconheceu haver uma subidade casos de malária em todas unidades hospitalares. E, em relação ao tratamento intermitente à mulheres grávidas, revelou que, no ano passado, foram registados 850 mil casos de malária, contra cerca de 1.200 casos de igual período do ano anterior, equivalente a uma redução de cerca de 20 por cento.

Intervindo na ocasião, Maria de Carmo, da Malária Consortium, uma organização não governamental, defendeu a necessidade da distribuição gratuita das redes mosquiteiras às populações. Além de destacar a importância do envolvimento de toda a comunidade na observância dos cuidados elementares de higiene individual e colectiva.

O combate contra a malária só surtirá efeito se população observar rigorosamente os cuidados básicos de higiene. Sublinhou Maria de Carmo. Este ano, o Dia Internacional de Luta contra a Malária, comemorado sob o lema, “Vencer a Malária”, e com um programa caracterizado por diversas actividades culturais e recreativas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!