Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mais de metade dos habitantes da Beira beneficia de energia eléctrica

Mais de metade dos habitantes da Cidade da Beira, na Província de Sofala, Centro do País, beneficia de energia eléctrica fornecida pela Empresa Pública Electricidade de Moçambique – segundo dados apresentados na segunda-feira pelo Director Regional Centro e da Área de Distribuição da Beira da EDM-EP, Neves Xavier, num encontro com representantes de órgãos de comunicação social nesta urbe.

A energia eléctrica representa um factor principal dinamizador da economia e do desenvolvimento em geral. Neves Xavier disse que cerca de sessenta por cento dos habitantes desta urbe desfruta dessa fonte de desenvolvimento. Actualmente a Cidade da Beira é habitada por aproximadamente meio milhão de pessoas.

De acordo com os dados ontem apresentados, ao nível desta cidade a Empresa Pública Electricidade de Moçambique conta actualmente com 59.382 consumidores de energia eléctrica, dos quais 58.895 do escalão doméstico, nomeadamente famílias.

O número de consumidores sobretudo do nível doméstico tem aumentado bastante nos últimos anos na Cidade da Beira, e isso se deve graças a várias iniciativas promovidas pela EDM e em resposta aos programas do Governo no sentido de tornar mais acessível as famílias a ligação da corrente eléctrica.

Os projectos de expansão da rede e massificaçao da corrente eléctrica, associados a introdução do quadro-lec e do sistema pré-pago vulgo credelec tornaram mais acessível às famílias beneficiarem de corrente eléctrica. A Cidade da Beira, entretanto, é o círculo geográfico que apresenta maior densidade populacional ao nível da Província de Sofala, paralelamente com maior número de consumidores de energia eléctrica fornecida pela EDM.

De acordo com os dados ontem apresentados, depois da Cidade da Beira figura o Distrito do Dondo com maior número de consumidores ao nível da província, com um universo de 4.326 clientes, dos quais 4.273 do nível doméstico. O Distrito do Dondo, localizado no eixo do Corredor da Beira, tem cerca de 142 mil habitantes. O Distrito de Cheringoma, com 34 mil habitantes, ocupa a terceira posição com uma taxa de cobertura de 5,6 por cento. Este distrito que é potencialmente agrícola e florestal tem actualmente 446 clientes, sendo 433 de consumo doméstico.

Depois de Cheringoma encontra se o Distrito de Marromeu com uma taxa de cobertura de 3,9 por cento. O Distrito de Marromeu beneficiou da ligação da rede eléctrica nacional há dois anos. Tem actualmente 1.084 clientes, sendo 1.065 do consumo doméstico. Marromeu possui actualmente 119 mil habitantes. Ao nível de toda Província de Sofala, com cerca de 1.8 milhão de habitantes, a taxa de cobertura de energia eléctrica ronda os 19 por cento.

Possui actualmente 70.242 consumidores, sendo 69.539 do consumo doméstico. Dos treze distritos que a Província de Sofala possui, incluindo a Cidade da Beira, apenas dois, nomeadamente Maringue e Muanza não estão ainda ligados a rede nacional de energia eléctrica. Nestes distritos a energia disponível tem sido assegurada por grupos geradores. Dos distritos de Sofala que estão ligados a rede eléctrica nacional, apenas Machanga, na parte Sul da Província, e abastecida por energia proveniente de gás natural produzido em Pande, Distrito de Inhambane.

Credelec abrange mais de cinquenta mil clientes em Sofala

O sistema de venda de energia pré-pago, vulgo credelec, na Província de Sofala, mais concretamente na Cidade da Beira, foi lançado em 2004. No mesmo ano aproximadamente onze mil clientes foram contemplados pelo sistema. Volvidos seis anos depois da sua introdução, o sistema já beneficia cinquenta e dois mil consumidores em toda Província de Sofala.

Ao nível da Região Centro, a Província de Sofala lidera a lista com maior número de utentes do sistema credelec, seguida da Zambézia com 42 mil clientes, Tete com 25 mil, e Manica com 11 mil. Ao nível de toda Região Centro o numero total de consumidores beneficiários do sistema credelec ate o ultimo trimestre do ano em curso rondava 132 mil clientes. O sistema credelec permite os utentes adquirem e ou consumirem a quantidade de energia eléctrica consoante a sua disponibilidade financeira.

O sistema traz múltiplas vantagens, uma delas o facto de permitir aos utentes controlarem sozinhas o consumo da energia eléctrica, oferece igualmente maior transparência no processo de facturação, redução de reclamações por parte dos clientes no processo de facturação, alem da ausência de multas por atraso de pagamento.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!