Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Instaurados mais de 370 processos-crime por tráfico e consumo de droga em 2011

As autoridades moçambicanas instauraram, em 2011, um total de 375 processos-crime contra cidadãos indiciados de tráfico e consumo de drogas.

Como consequência, 20 pessoas foram julgadas e condenadas por tráfico de droga e outras 91 por consumo.

Estes dados constam do Relatório Anual sobre a Evolução do Tráfico e Consumo Ilícito de Drogas, referente ao período em referência, aprovado hoje, em Maputo, pelo Conselho de Ministros na sua 11ª sessão ordinária.

Citando o relatório, o porta-voz do governo, Alberto Nkutumula, indicou que, no âmbito do combate a droga, as autoridades moçambicanas apreenderam, em 2011, um total de 31.641,9 quilogramas de cannabis sativa, 4.690 quilogramas de cocaína, 48.055 quilogramas de haxixe, 4.265 quilogramas de heroína, 440 quilogramas de mandrax e 3.700 gramas de efedrina.

No âmbito de prevenção primária do tráfico e consumo da droga, o relatório informa que foram registados 61.041 activistas anti-droga que orientaram 24.076 palestras, beneficiando 1.076.845 pessoas.

Foram também produzidos materiais de propaganda. Com relação a prevenção secundária, segundo Nkutumula, foram atendidos 3.197 pacientes com perturbações mentais e de comportamento devido ao consumo de substâncias psico-activas.

No que diz respeito à prevenção terciária, o Ministério da Mulher e Acção Social prestou apoio a tóxico-dependentes, que foram reintegrados nas respectivas famílias.

O Ministério da Saúde, por seu turno, fez mais de 300 visitas domiciliárias, tendo integrado 87 ex-tóxico-dependentes, e continua a fazer controlo a 2.171 pacientes ligados ao consumo de drogas.

O Relatório deverá ser submetido a Assembleia da República (AR), o parlamento moçambicano.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!