Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Hoje dia de votar em Quelimane, Pemba e Cuamba

Hoje dia de votar em Quelimane

Esta quarta-feira os munícipes de Cuamba, Pemba e Quelimane, vão as urnas para eleger os seus novos Presidentes dos Concelhos Municipais.

Concorrem para nestas eleições, intercalares – devido a renúncia dos anteriores edis – os candidatos Vicente da Costa Lourenço, da Frelimo, e Maria José Moreno Cuna, do MDM, para o município de Cuamba; Tagir Ássimo Carimo, da Frelimo, Assamo Tique, do MDM, e Emeliano José Moçambique, pelo partido Pahumo, para o município de Pemba; e Lourenço Abubacar Bico, da Frelimo, e Manuel António de Araújo, do MDM, para concorrerem pelo município de Quelimane.

Esta terça-feira o Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), João Leopoldo da Costa, instou a todos os agentes eleitorais a se portarem de forma responsável, traduzida na condução livre, justa e transparente das eleições de hoje.

Numa mensagem endereçada por esta ocasiao, Leopoldo da Costa frisou que “como agentes eleitorais pesa sobre vós uma grande responsabilidade que deve traduzir-se na condução livre, justa e transparente de todo o processo de votação até ao apuramento dos resultados”.

Ele acrescentou que “a vontade do povo, expressa pelo voto, não deve de forma alguma ser viciada, alterada ou defraudada pelo agente eleitoral ou por qualquer outro cidadão”.

Segundo Costa, todos os membros das mesas de voto devem obedecer rigorosamente o código de conduta que lhes foi distribuído pelos órgãos eleitorais e que serviu de base para a formação a que recentemente foram submetidos.

Leopoldo da Costa disse que a participação responsável é extensivo aos delegados de candidatura que em nome dos respectivos candidatos e dos partidos proponentes, tem a responsabilidade de garantir uma fiscalização consciente e objectiva, em defesa do interesse geral.

Aos observadores nacionais e estrangeiros, a fonte apelou a fiscalização imparcial, profissional e independente sem qualquer motivação ou compromisso de qualquer espécie.

Até esta terça-feira, o Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE), havia acreditado 326 observadores para as intercalares das três cidades, dos quais 304 são observadores nacionais.

À comunicação social a esperança é de uma maior cobertura e informação isenta e desapaixonada, contribuindo para a sua credibilização.

Ele instou, por outro lado, aos eleitores a ocorrerem em massa as urnas para elegerem o candidato da sua preferência.

“Cada eleitor tem o direito de livremente escolher o cidadão moçambicano que irá dirigir a sua autarquia. Assim, devemos fazer do dia Sete de Dezembro uma oportunidade para o exercício desse direito. Este dia deve ser um momento de festa, alegria, consolidação da cidadania e da democracia, em cada um destes municípios”, indicou João Leopoldo da Costa.

Recorde-se que eleições autárquicas nos municípios de Cuamba, Pemba e Quelimane resultam da renúncia dos respectivos presidentes, por diversas razões, respectivamente Maximiliano Maloa, Sadique Yaqub e Pio Matos.

Nos três municípios foram registados, depois da actualização do recenseamento que teve lugar recentemente, um total de 266.168 eleitores, dos quais 43.614 em Cuamba, 88.011 em Pemba e 134.543 em Quelimane.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!