Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo prevê crescimento de 7,5% em 2012

O Governo moçambicano prevê um crescimento económico na ordem de 7,5 por cento no próximo ano, de acordo com o Plano Económico e Social (PES) 2012 apresentado, Segunda-feira, no parlamento, pelo Primeiro-Ministro (PM), Aires Ali.

O PES 2012 prevê ainda conter a taxa de inflação média anual em 7,2 por cento e atingir um crescimento de 3.020 milhões de dólares em exportações de bens.

Igualmente, o Governo pretende atingir um nível de reservas internacionais líquidas suficientes para financiar 4,7 meses de importação de bens e serviços essenciais para o normal funcionamento económico e social do país.

Prosseguir com a criação de oportunidades de emprego e de ambiente favorável ao investimento privado e o desenvolvimento do empresariado nacional são outros dos objectivos do PES 2012.

Segundo o PM moçambicano, este plano será operacionalizado em seis áreas; designadamente a de desenvolvimento humano e social; desenvolvimento económico; governação; descentralização, combate a corrupção e promoção da cultura de prestação de contas; reforço da soberania, reforço da cooperação internacional; e assuntos transversais.

“Para a implementação do PES 2012, propomos um orçamento que responde aos objectivos de manutenção da estabilidade macroeconómica e de criação de capacidades internas para a promoção do crescimento e desenvolvimento económico e social sustentado e inclusivo”, disse Aires Ali.

Na sequência disso, ele acrescentou que o Governo “prosseguirá com a implementação de uma planificação rígida e criteriosa, alinhada com os objectivos sectoriais e territoriais que garantam, por um lado, a equidade na afectação de recursos públicos e, por outro lado, um padrão de execução da despesa pública que não afecte negativamente o comportamento do índice geral dos preços e da taxa de câmbio real efectiva”.

Aires Ali apelou a Assembleia da República, o parlamento nacional, a aprovar o PES 2012 e o respectivo orçamento, instrumentos fundamentais para que o Governo continue a dar respostas adequadas às preocupações da população e a cumprir com os objectivos plasmados no Programa Quinquenal 2010-2014.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!