Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique abre 940 novas escolas em 2012

O Governo moçambicano prevê a abertura de 940 novas escolas de todos os níveis (desde o primário até ao secundário) no próximo ano, de acordo com Plano Económico e Social (PES) 2012 apresentado, Segunda-feira, à Assembleia da República (AR), o parlamento nacional.

Falando ao parlamento durante a apresentação da proposta do PES 2012, o ministro da Planificação e Desenvolvimento, Aiuba Cuereneia, disse que o Governo prevê a construção, em todo o país, de 1.400 salas de aulas devidamente equipadas.

No âmbito do desafio relacionado com a melhoria da qualidade do ensino, o PES 2012 prevê o recrutamento de cerca de 8.500 novos professores com formação psico-pedagógica, sendo na sua maioria para o ensino primário.

Este número de professores vai permitir o sector da Educação matricular um total de 6,1 milhões de alunos em todo o país, 4,5 milhões dos quais do ensino primário do primeiro grau.

“Na área da educação, manter-se-á firme a nossa preocupação em formar, com qualidade, os futuros quadros deste nosso belo Moçambique. Assim, a par do alargamento da nossa rede escolar, primaremos pela melhoria constante da qualidade dos serviços de ensino que oferecemos aos cidadãos”, disse o governante.

No geral, a proposta do PES 2012, ainda em debate no parlamento, prevê um crescimento económico na ordem de 7,5 por cento e a contenção da taxa de inflação média anual em 7,2 por cento.

Ao nível dos sectores, o maior crescimento poderá se registar na indústria extractiva, devido ao início e consolidação dos projectos de produção de carvão mineral na província de Tete, aumento da produção de areias pesadas em Moma, província de Nampula, e arranque da produção de tantalite no Ile, na Zambézia.

Noutros sectores, prevê-se um crescimento de 9,8 por cento na agricultura; de 15,9 por cento na pecuária, 18,4 no sector pesqueiro; de 3,6 por cento na indústria transformadora; de 16,9 por cento nos transportes e comunicações, entre outros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!