Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Gerados mais de 67 mil novos empregos em Nampula

A província nortenha moçambicana de Nampula aprovou, de 2005 até ao primeiro trimestre deste 2014 9.085 projectos de investimentos que criaram 67.239 novos empregos.

Do total de projectos, segundo fonte do governo provincial, 168 foram aprovados pelo Centro de Promoção de Investimentos (CPI),os quais criaram 24.419 empregos, 117 pela Zona Económica Especial de Nacala (ZEE),que resultaram em 17.555 empregos e os restantes pelo Balcão de Atendimento Único (BAU) que criaram 25.565 empregos.

Em termos de volumes de investimentos, os aprovados pelo CPI estão orçados em cerca de USD 8,7 milhões, os da ZEE representam um volume de investimento de cerca de USD 1,9 bilião e os do BAU um investimento é de cerca de 944,5 milhões de meticais.

No caso do CPI, trata-se de valores provenientes da autorização de projectos de investimento, na ZEE de Nacala pela certificação de empresas e no BAU pelo licenciamento de actividades económicas.

No que tange a arrecadação as receitas, segundo a fonte, os governos distritais passaram de 14,3 milhões de meticais e em 2005, para 22,7 milhões de meticais e em 2013. A arrecadação de receitas fiscais passou de quase um bilião de meticais em 2005 para mais de sete biliões em 2013 e que maior crescimento foi registado no último quinquénio.

A execução das despesas de investimento durante o período em análise registou uma evolução de ano para ano, com destaque para o último quinquénio motivado pelas construções e reabilitações de infra-estruturas económicas e sociais.

A mesma fonte revelou ainda que as despesas de funcionamento estão a registar um crescimento, de tal forma que em 2013 aumentaram cinco vezes mais que em 2005, facto que se deve a criação de mais sectores do Estado.

Durante o período em referência, a área industrial registou a entrada em funcionamento de 301 novas unidades que criaram 12.862 empregos, estando em curso a construção dos silos de Malema, com capacidade para armazenar oito mil toneladas de cereais.

A área comercial a província licenciou 4.027 novos estabelecimentos e foram abertas 325 novas unidades do ramo da hotelaria. Assim, na indústria hoteleira a capacidade subiu para 2.265 quartos e 3.510 camas.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!