Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exame de Física da 12a. classe vaza em Maputo, MINEDH anula e manda elaborar outro

O Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH) anulou o exame da 2a. época da disciplina de Física da 12a. classe, na segunda-feira (10), na cidade de Maputo, devido a uma suposta fraude. Um novo exame será realizado na quinta-feira (13).

A avaliação tinha sido marcada para a mesma segunda-feira, mas não foi realizada, porque chegou aos ouvidos da inspecção do MINEDH informações segundo as quais alunos, só na capital do país, já tinham a prova antes da sua realização.

Quem não gostou da anulação foram os alunos da Escola Secundária Josina Machel, por exemplo, e dirigiram-se àquela instituição do Estado para exigir explicações, na qualidade de quem não tinha nada a ver com a fraude, por isso, não podiam ser prejudicados ou apanhar por tabela.

Manuel Simbine, porta-voz do MINEDH, esclareceu o exame foi anulado em cinco dos sete distritos municipais da capital do país, o que significa que em KaNhaca e KaTembe não houve irregularidades.

A fonte não avançou detalhes sobre o caso nem indicar o que fez com que o exame fosse parar em mãos alheias, o responsável do MINEDH disse que a instituição ainda está a trabalhar para apurar o que se passou.

O certo é a avaliação circulou pelas redes sociais, sobretudo no WhatsApp, e não se sabe como e tão-pouco quem foi o mentor.

Não é a primeira vez que se anula exames no país, por conta de fraudes. Nos exames extraordinários, por exemplo, já houve situações similares, em 2015.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!