Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ex-candidato da Renamo vai a julgamento

Ricardo Sebastião de Oliveira, excandidato do Partido RENAMO pelo município de Nampula, durante as últimas eleições autárquicas vai, esta sexta-feira, apresentar-se na Segunda Sessão do Tribunal Judicial da Cidade de Nampula, afim de prestar declarações sobre uma alegada agressão física cometida sobre um cidadão, de nome Januário Cássimo Sualê, impossibilitando-o de exercer qualquer tipo de actividade durante sete semanas.

O advogado do ofendido, Francisco Rogério Sebastião, classifica o acto de “crime de abuso de confiança e de ofensas corporais voluntárias” e exige das autoridades judiciais que o agressor e seus comparsas sejam condenados.

Tudo começou em Outubro de 2008, quando a esposa de Ricardo solicitou ao referido cidadão para que lhe arranjasse um cliente interessado na compra do seu talhão, sito no bairro de Muhala-Expansão, ao valor preferencial de 400 mil meticais, sob a promessa do pagamento de 10 por cento de comissão pela intermediação.

Conforme consta da acusação particular, este compromisso nunca chegou a ser honrado, embora o terreno tivesse sido vendido ao preço de 600 mil meticais, contra os 400 mil meticais que teriam sido propostos pela vendedora. Segundo o advogado, em 26 de Dezembro de 2009, Januário Sualé dirigiu-se à residência do casal para exigir o pagamento do valor que havia sido acordado, mas, ao invés de encontrar um ambiente pacífico, foi recebido com uma série de golpes que lhe causaram fortes contusões no pescoço, costela e membro direito.

O advogado de Januário Sualé exige, para além da condenação dos autores do suposto crime, o pagamento do valor de 100 mil meticais, ao seu cliente, relativo à comissão e outras despesas inerentes. Entretanto, o casal Ricardo preferiu não tecer qualquer comentário à volta deste assunto, através da imprensa, preferindo fazê-lo em fórum apropriado, ou seja durante a audiência de julgamento dos autos desta sexta-feira.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!