Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Envenenadas 12 crianças da mesma família

A Polícia moçambicana (PRM) deteve, na semana passada, no distrito de Báruè, província central de Manica, um jovem indiciado num caso de envenenamento de 12 crianças, acto que resultou na morte imediata de três delas.

Todas as 12 crianças são da mesma família e terão sido intoxicados depois de consumir biscoitos envenenados “oferecidos” pelo jovem de nome D. Samissone, 32 anos de idade, a troco de um serviço por eles prestado.

O porta-voz do Comando da PRM na província de Manica, Belmiro Mutadiwa, disse que o jovem confessou o crime, justificando a sua prática com as desavenças que o dividiam com os pais das crianças vítimas do envenenamento.

As autoridades ainda não conseguiram identificar o tipo de produto usado para o envenenamento. Segundo testemunhas, depois de consumir os biscoitos, os menores começaram a espernear, tendo três deles sucumbido no local.

Esta estranha situação despertou a preocupação da vizinhança, que se aproximou do local para melhor aperceber-se do que estava a acontecer.

Os outros nove menores escaparam a morte graças ao pronto-socorro dos vizinhos, que permitiu a sua rápida evacuação para o Hospital Rural de Catandica, onde foram desintoxicados.

Segundo o diário “Notícias”, D. Samissone foi detido pela população quando tentava empreender uma fuga, após aperceber-se que esta estava a sua procura, para esclarecer o sucedido. A PRM alega que se o indivíduo não estivesse envolvido nesse acto macabro não teria tentado fugir.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!