Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Embaixada britânica apoia desportistas deficientes na Zambézia

O Alto Comissariado britânico em Moçambique ofereceu material desportivo diverso a pessoas portadoras de deficiência na província central da Zambézia, numa iniciativa que visa promover a integração social e a defesa dos direitos daquelas pessoas através da prática do desporto.

Segundo um comunicado da representação britânica em Moçambique, a que a AIM teve acesso, trata-se de kits compostos por 84 blusões desportivos femininos, 26 camisetes masculinas e algumas dezenas de calções e ceroulas. A entrega do material foi feita pelo vice-Alto Comissário, Timothy Cole, que semana finda efectuou uma visita de três dias a capital provincial da Zambézia, Quelimane.

Na ocasião da entrega do material à Associação Desportiva para as Pessoas Portadoras de Deficiência na Zambézia, o diplomata britânico afirmou que o gesto enquadra-se nos esforços visando promover a integração social e a defesa dos direitos das pessoas portadoras de deficiência física naquela província e no país, em geral.

Os direitos humanos são uma área prioritária da política do Governo britânico em Moçambique, dado que a defesa destes e a boa governação, em geral, são vitais para o desenvolvimento sustentável de qualquer país. “Não é possível desenvolver o país sem que os cidadãos gozem dos seus direitos fundamentais”, disse Cole, sublinhando que todo o apoio nesta área visa reverter situações em que as pessoas portadoras de deficiência são frequentemente vítimas de discriminação no emprego, no acesso à educação e saúde, nos transportes e noutras situações do dia-a-dia. “As pessoas portadoras de deficiência não apenas sofrem discriminação, mas também têm acesso limitado á informação sobre os seus direitos, o que dificulta a melhoria da sua situação. Isto, apesar do facto de um vasto número de moçambicanos ser portador de deficiência, quer física quer mental”, afirmou Cole.

O vice-Alto Comissário Britânico tomou a ocasião para, igualmente, saudar o Governo moçambicano pela assinatura da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, ao que considerou “um passo importante em prol do estabelecimento de um quadro legal para a protecção dos direitos das pessoas portadoras de deficiência”.

Esta Convenção ainda não foi ratificada, o que a acontecer abriria caminho para uma legislação nacional adequada e seus mecanismos respectivos de implementação em Moçambique.

A Associação Desportiva para as Pessoas Portadoras de Deficiência na Zambézia funciona com o apoio da organização não-governamental denominada POWER, que está a implementar programas diversos em prol das pessoas portadoras de deficiência.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!