Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Em testagem adaptabilidade de aves e suínos chineses

O Centro de Investigação e Transferência de Tecnologias Agrárias de Boane, na província do Maputo, deverá iniciar em 2012 trabalhos de investigação visando apurar níveis de adaptabilidade de aves e suínos importados da China às condições ecológicas da região Sul de Moçambique.

O trabalho será precedido de treinamento de especialistas nacionais, num esforço visando incrementar os níveis de produção animal no Sul do país, segundo Vasco Lino, director nacional de Investigação do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), realçando que a formação irá ser feita através do maneio de animais e transferência de tecnologias para se melhorar a sua produtividade.

Depois da experiência “bem sucedida” de produção de novas variedades de arroz e milho, o centro vai apostar na testagem da adaptabilidade de mais espécies de animais para contribuir para a elevação da renda dos operadores locais, reduzir “a importação excessiva de bens alimentares visando fazer face à insegurança alimentar no Sul de Moçambique”, segundo ainda Lino.

O Centro de Investigação e Transferência de Tecnologias Agrárias de Boane foi criado, em 2008, com apoio da China e dedica-se à investigação científica na área de agricultura, formação, produção e transferência de tecnologias com o propósito do incremento do rendimento e da produtividade agrícola.

Frisa-se ainda que aquela instituição recebeu financiamento de seis milhões de dólares norte-americanos do Governo chinês, no âmbito da cooperação existente entre os dois países no domínio da ciência e tecnologia.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!