Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Civis católicos e muçulmanos sob ameaça iminente na RCA, segundo Amnistia Internacional

Civis católicos e muçulmanos residentes em Baoro e Bossemptele, no noroeste da República Centroafricana (RCA), estariam em perigo dum ataque iminente devido à presença considerável de milícias “anti-Balaka” nestas cidades onde as tropas internacionais de paz são invisíveis, advertiu uma delegação da Amnistia Internacional (AI) em visita à localidade.

Numa declaração, segundo a agência de notícias PANA, esta segunda-feira em Nairobi, a AI indica que os confrontos armados entre as milícias «anti-Balaka» e o que resta das forças rebeldes da Seleka e os seus apoiantes durante a semana passada fizeram numerosas vítimas e várias casas foram incendiadas.

«A situação nesta parte da RCA está volátil. Precisamos dos esforços das forças internacionais de paz para proteger os milhares de civis das duas comunidades», segundo a conselheira da AI em matéria de gestão de crises, Donatella Rovera, que está na localidade. Segundo ela, devemos proteger outras vidas pela presença duma pequena força internacional de paz.

«Em cidades vizinhas, onde reina a mesma tensão, a presença duma força internacional de paz está a fazer a diferença. Precisamos da mesma coisa em Baoro e em Bossemptele”, afirmou.

Donatella Rovera lembrou que as forças de paz foram enviadas à RCA com um mandato claro, que é proteger a vida dos civis. Segundo a AI, civis deslocados pelo conflito estão à deriva na localidade sem apoio e em condições desumanas, falta de meios de transporte e de facilidades básicas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!