Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Catorze crianças violdas sexualmente pelos pais abandonam os lares em Manica

Em Manica, catorze crianças abandonaram as residências nos últimos tempos, alegadamente por violência sexual e outros males protagonizados pelos seus progenitores. Algumas que já foram acolhidos pelo Centro Aberto afirmam terem abandonado as casas devido a violação sexual protagonizada pelos seus pais, depois da separação ou morte da mãe.

A Rádio Moçambique cita, título de exemplo, uma menor de doze anos de idade, agora acolhida pelo Centro Mensageiro de Deus, em Chimoio, afirma ter abandonado a casa porque o padrasto violou-a sexualmente, por duas vezes, quando a mãe estava ausente.

Outra menor de onze anos conta que vivia em Mafambisse, na província de Sofala, com o avô, e várias vezes foi violada sexualmente pelo pai. Conta ainda que depois da denúncia e neutralização do pai violador, pela polícia da república de Moçambique em Mafambisse, fugiu de casa porque o avô lhe prometera a morte.

O pastor José Madeira, do Centro Aberto Mensageiro de Deus, disse que presentemente vivem naquele local cinquenta e cinco petizes, dos quais dezassete do sexo feminino.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!