Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Campeonato do Mundo da Suíça 1954

A Hungria chegou à Copa do Mundo da FIFA 1954 com o título não oficial de melhor selecção do mundo. Campeã olímpica em 1952, ela teve 23 vitórias e quatro empates nos quatro anos anteriores à competição na Suíça. Entre os triunfos, uma inesquecível goleada de 6 a 3 sobre a Inglaterra em Novembro de 1953, tornando-se o primeiro país estrangeiro a vencer na Wembley.

A maior estrela húngara era Ferenc Puskás, o “Major Galopante”, com a temível perna esquerda. A selecção comandada por Gusztáv Sebes tinha jogadores de inegável talento. Além de Puskás, destacavam-se os atacantes Sándor Kocsis e Nándor Hidegkuti e o meio-campista József Bozsik. A Hungria jogou um futebol ofensivo e cheio de movimentação que estava à frente do seu tempo, com Hidegkuti actuando atrás de Puskás e Kocsis num protótipo do 4-2-4.

Com 41 golos somente no grupo da Hungria, a competição em solo suíço foi a edição da Copa do Mundo da FIFA com o maior número de golos marcados. Em 26 jogos, as redes balançaram 140 vezes, com uma média superior a cinco por partida. Outro recorde foi o de 12 golos em apenas um jogo, no confronto entre Suíça e Áustria nos quartos-de-final. A final foi disputada num encharcado Estádio Wankdorf no dia 4 de Julho de 1954.

As condições do tempo eram um bom presságio para a Alemanha Ocidental, pois o capitão e meio-campista artilheiro Fritz Walter tinha notórios problemas com o calor após ter sofrido de malária durante a guerra. Por sua vez, a Hungria tinha dúvidas sobre as condições físicas de Puskás, que não participara nas duas partidas anteriores após ter sido ferido no tornozelo por Werner Liebrich justamente no primeiro encontro com a Alemanha Ocidental. Mesmo sem estar totalmente bem, Puskás abriu o marcador aos seis minutos. Aos oito, os favoritos já faziam 2 a 0 após o guarda-redes alemão Toni Turek largar a bola nos pés de Zoltán Czibor. No entanto, só foram necessários mais dez minutos para os alemães empatarem.

O primeiro golo veio com uma finalização de Morlock no segundo poste. Depois foi Rahn quem concluiu um canto marcado por Fritz Walter. A chuva caiu torrencialmente, a tensão aumentou e somente a trave impediu o golo de Hidegkuti. Mas, faltando somente seis minutos, Rahn pegou na bola na entrada da área e rematou com a perna esquerda para o ângulo. Ainda houve tempo para Puskás ter um golo anulado pelo bandeirinha antes de o apito final confirmar a derrota da Hungria e o nascimento de uma nova potência mundial.

Equipas: 16

Quando: 16 Junho 1954 a 04 Julho 1954

Final: 04 Julho 1954

Jogos: 26

Golos: 140 (média 5.4 por partida)

Público nos estádios: 889970 (média 34229)

Campeão: Alemanha Ocidental

Vice-campeão: Hungria

Terceiro: Áustria

Quarto: Uruguai

Bota de Ouro: Sandor KOCSIS (HUN)

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!