Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Campeonato do Mundo da França 1938

A competição em 1938 foi o último grande evento desportivo antes da segunda guerra mundial, que começou no ano seguinte. A Espanha já sofria com a guerra civil e não pôde viajar até a vizinha França. Já a anexação da Áustria pela Alemanha reduziu o número de participantes de 16 para 15. Na verdade, diversos jogadores austríacos apareceram na selecção alemã.

Entre os sul-americanos, a Argentina (que ambicionava realizar o torneio em casa) e o Uruguai resolveram não participar, enquanto o Brasil viajou à Europa para fazer numa encharcada Estrasburgo um dos jogos mais emocionantes de toda a história da Copa do Mundo da FIFA. O atacante brasileiro Leônidas da Silva marcou três golos na vitória brasileira por 6 a 5 sobre a Polónia na primeira fase do torneio, mas quem entrou mesmo para os livros de história foi o polaco Ernest Wilimowski.

Ele foi o primeiro jogador a marcar quatro golos numa partida da Copa do Mundo da FIFA. Os dois primeiros empataram um jogo que estava 3 a 1 a favor do Brasil e o terceiro garantiu o 4 a 4 que levou a partida para o prolongamento. Mas Leônidas, que havia aberto o marcador, marcou mais dois no tempo extra e impôs uma vantagem que o quarto golo de Wilimowski não conseguiu igualar. Para Leônidas, era só o começo: ele foi o artilheiro da competição com sete golos.

 Por causa do clima político, a presença das selecções da Alemanha e da Itália gerou protestos contra o fascismo. Enquanto os alemães foram para casa cedo, a Azzurra de Pozzo foi crescendo a cada partida, galvanizada pelo desejo de mostrar que a vitória em 1934 não havia acontecido somente pela vantagem de jogar em casa. Na final a Hungria foi dominada pela Itália de Ferrari e Meazza, os “artesãos da vitória” conforme o jornal L’Auto do dia seguinte.

 Pál Titkos chegou a empatar para os húngaros logo após Gino Colausi abrir o marcador aos seis minutos, mas no intervalo a Itália já vencia por 3 a 1 graças a golos de Piola e Colausi novamente. Em todos os três golos, a jogada fora criada por Meazza. György Sárosi renovou as esperanças da Hungria aos 25 minutos do segundo tempo, mas o rápido, forte e produtivo Piola deu números finais ao marcador com mais um golo para garantir o bicampeonato da Itália.

Equipas: 15

Quando: 04 Junho 1938 a 19 Junho 1938

Final: 19 Junho 1938

Jogos: 18 Golos: 84 (média 4.7 por partida)

Público nos estádios: 376177 (média 20898)

Campeão: Itália

Vice-campeão: Hungria

Terceiro: Brasil

Quarto: Suécia

Bota de Ouro: LEONIDAS (BRA)

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!