Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Apenas 0,5% dos moçambicanos envia remessas para o estrangeiro

Devido à fraca capacidade financeira, estima-se que somente 0,5% dos moçambicanos envia regularmente dinheiro para apoiar familiares a residir no estrangeiro, segundo dados do Ministério das Finanças, realçando ainda que a maior parte das transferências não é realizada por via bancária.

De acordo com um estudo acabado de ser divulgado, em Maputo, cerca de 7,1% dos moçambicanos envia dinheiro para alguém dentro do país, enquanto que uma “parte significativa” dos beneficiários dos envios de remessas de fontes externas é das zonas urbanas.

No global, a pesquisa salienta que cerca de dois terços dos beneficiários rurais obtêm dinheiro através de um membro da família ou de amigos, acrescentando ainda que, geralmente, as transferências de valores nas zonas urbanas destinam-se à viabilização de negócios, enquanto que nas regiões rurais as remessas são para apoiar a sobrevivência de outros membros da família.

“Devido ao crescimento centrado nas cidades e vilas regista-se uma tendência de os assalariados enviarem dinheiro para as suas esposas ou dependentes que vivem no campo”, realça ainda aquele estudo, salientando igualmente que, apesar das fracas condições agrícolas, “por causa do trabalho migratório, os agregados familiares rurais do Sul de Moçambique possuem um bem-estar consideravelmente maior do que os das zonas rurais do Norte do rio Save”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!