Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

1º De Maio: trabalhadores homenageiam Lurdes Mutola

A Organização dos Trabalhadores de Moçambique (OTMCS), decidiu atribuir um Diploma de Honra a atleta moçambicana, actualmente na reforma, Maria de Lurdes Mutola, em reconhecimento pelos seus feitos, a nível interno e internacional, durante 20 anos de sua carreira na alta competição.

A OTM-CS, diz para justificar o feito, que a “menina de Ouro” nome com que é carinhosamente tratada, é uma atleta de renome internacional que se destacou no atletismo, tendo arrecadado inúmeras medalhas nos jogos olímpicos, campeonatos mundiais, africanos e outras competições importantes, tornando-se um orgulho nacional, motivo de admiração e estima de todo o mundo.

O Diploma de Honra foi entregue aquela grande figura do desporto nacional e internacional pelo presidente da OTMCS, Carlos Mucareia, no decurso das cerimónias centrais que marcaram o ponto mais alto das festividades do 1º de Maio, Dia Internacional do Trabalhador, que hoje se assinalam em todo o mundo, num acto presenciado pelo presidente do Conselho Municipal de Maputo, David Simango.

O movimento sindical destaca que, durante o seu percurso desportivo, para além de uma carreira desportiva cheia de êxitos Maria de Lurdes Mutola, foi submetida a 500 testes anti-doping e, nunca acusou o consumo de substâncias proibidas. Isso revela claramente que, durante 20 anos, ela sempre pautou pela honestidade e desportivismo. “Ela honrou o nome de Moçambique elevando-o aos mais altos patamares do desporto internacional. Por isso mesmo, ela constitui um exemplo para a juventude moçambicana”, destaca a OTM-CS. Desta forma, a OTM-CS comprometeu-se a criar espaços para que Mutola passe a tomar parte nas cerimónias desta organização de trabalhadores, como forma de permitir que ela transmita as suas experiências desportivas a massa laboral e a sociedade moçambicana em geral.

Por seu turno, Mutola agradeceu o gesto, destacando que o seu trabalho não termina no desporto e que pretende também alargar o seu contributo para a área da luta contra a pobreza absoluta que afecta a maioria dos moçambicanos. “Acredito que Moçambique é capaz e tem tudo para vencer esta guerra, bastando apenas maior dedicação porque esta é a chave do sucesso”, finalizou Mutola.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!