Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Zuckerberg e outros directores do Facebook são processados por plano de incentivo

Mark Zuckerberg e outros membros do Conselho do Facebook foram processados por um accionista que alegou que a política que autoriza o prémio anual de mais de 150 milhões de dólares em acções a directores é generosa demais.

Numa reclamação enviada na noite da sexta-feira à corte de Delaware, Ernesto Espinoza disse que o Conselho “estava essencialmente livre para garantir a si mesmo qualquer montante de compensação que quisesse”, sob o plano de incentivo de 2012 da rede social, que também cobre funcionários e consultores.

Ele disse que o plano capta anualmente um total de prémios de 25 milhões de acções e prémios individuais de 2,5 milhões, e em teoria permite que o Conselho anualmente premie directores com 156 milhões de dólares em acções cada, baseado no preço de fecho das acções de sexta-feira, de 62,50 dólares.

O processo não sustenta que tais volumes serão efectivamente pagos. Espinoza também disse que o pagamento médio do ano passado de 461 mil dólares a directores não funcionários era muito alto, sendo 43 por cento mais alto que os pagamentos típicos em companhias rivais como Amazon.com e Walt Disney, que na média geraram duas vezes mais receitas e lucro três vezes maior.

A porta-voz do Facebook Genevieve Grdina disse num e-mail: “o processo não tem mérito e vamos nos defender de forma vigorosa”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!