Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Zona Económica Especial de Nacala mais apta para a globalização

O Governo de Moçambique vai introduzir a partir de Junho próximo a utilização do código de barras GS1 com vista a maximizar a comercialização e a produção das pequenas e médias empresas.

De acordo com a directora geral do Instituto de Promoção de Pequenas e Médias Empresas, Odete Tsamba, a introdução do código de barras, vai fazer com que os empresários tenham maior controlo dos seus produtos, desde a produção até ao seu destino final. O código de barras permite igualmente que o empresário possa atender de forma personalizada aos seus clientes.

Sendo Nacala uma Zona Económica Especial, abrem-se mais e melhores possibilidade da sua globalização com a sua introdução, ou seja, a produção da zona franca daquele ponto de Nampula estará habilitada de identificação através deste mecanismo globalizado de controlo da origem dos produtos.

Em curso, estão as campanhas de sensibilização do empresariado nacional para aderirem ao código de barras GS1 a ser introduzido no país em Junho do próximo ano e, na província de Nampula, o evento teve lugar esta semana, tendo contado com a participação de cinquentas empresários locais de pequena e média escala.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!