Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhoquice do ano: Guerra

Xiconhoquices da semana: Funcionários públicos obrigados a participar na campanha eleitoral; Falta..

A guerra, veiculada por aqueles que se acham políticos quando são guerrilheiros amantes do derramamento de sangue, é, segundo a classificação dos leitores do @Verdade, uma das grandes Xiconhoquices do ano 2013.

É preciso olhar para os rostos das flores que nunca murcham para compreender que o solo desta pátria não precisa de mais sangue. O olhar cansado de uma anciã, que nos chega pelos ecrãs da Televisão Independente de Moçambique, lembra o quão triste foi a guerra dos 16 anos.

As perguntas que não querem calar, num rosto calejado pelo sofrimento, são eloquentes: “Ninguém se importa com o que se passa com os moçambicanos que vivem nesta parte do país, nem com as bombas que arrasaram as nossas casas, nem que voltem a morrer os nossos filhos.

Ninguém fez alguma coisa para impedir essas mortes , nem para nos ajudar a reerguer o que perdemos naqueles 16 anos de guerra”, dizia desesperada uma anciã que fugia do centro da tensão dirigindo-se a um destino incerto na cidade da Beira.

O estado de guerra que se vive no centro de Moçambique devido aos confrontos entre as Forças do Governo e homens da Renamo é, no mínimo, inaceitável. Nada justifica uma guerra.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!