Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: James (esfaqueador da Josina); Funcionários públicos que recebem em dólares; Pais que mataram filho

Xiconhocas da semana: Lizha James; Atanásio M’Tumuke; Standard Bank

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

James (esfaqueador da Josina)

Sem dúvidas, o aluno da Escola Secundária Josina Machel, na cidade de Maputo, concorre sozinho para o título de Xiconhoca do Ano. Com recurso a uma canivete, o indivíduo identificado por James esfaqueou o seu colega em pleno recinto escolar sob olhar impávido e sereno dos colegas e professores. James, com ares de um sujeito com problemas mentais, afirmou que agiu em legítima defesa. Na verdade, um Xiconhoca desta estirpe deve ser isolado da sociedade, pois não se sabe do que ele é capaz.

Funcionários públicos que recebem em dólares

Enquanto o país atravessa o seu pior momento económico com o dólar norte- -americano, principal moeda de transação, atingindo a casa de 80 meticais, alguns funcionários públicos têm razões mais do que suficientes para soltar sonoras gargalhadas. Ou seja, alguns desses funcionários recebem os seus ordenados em dólares, o que significa que os indivíduos viram os seus salários quadruplicar com esta crítica situação. Eles vivem à grande e à francesa, enquanto o povo definha de fome. Crise, qual crise!!?

Pais que mataram filho

Há indivíduos que não merecem, de modo algo, o título de pai, devido à tamanha barbaridade que cometem. É o caso do casal que tirou a vida do seu próprio filho, por este ter roubado 300 meticais dos hóspedes na sua casa. Estes Xiconhocas espancaram o seu filho, de apenas 11 anos de idade, até à morte na província de Manica. O mais caricato é que um vizinho ofereceu-se a pagar o valor, porém, quando ele foi embora, o casal continuou a bater o miúdo.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!