Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: Isac Chande; Governo da Frelimo e Renamo; Filipe Nyusi

Xiconhocas da semana: Lizha James; Atanásio M’Tumuke; Standard Bank

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhcas na semana finda:

Isac Chande

Há indivíduos que são por excelência uns Xiconhocas de meia tigela. É o caso de Isac Chande, ministro da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos. O sujeito, de forma descarada e inescrupulosa, veio ao público desmentir as atrocidades protagonizadas pelas Forças de Defesa e Segurança (FDS), não obstante a confirmação dos jornalistas e das organizações ligadas aos direitos humanos. É vergonhoso quando uma figura que devia velar pelo bem- -estar dos moçambicanos esconde as excussões sumárias, abusos sexuais, maus-tratos e destruição de residências.

Governo da Frelimo e Renamo

O Governo da Frelimo e a Renamo são, sem dúvidas, os Xiconhocas do ano. Há pouco mais de três anos, eles têm vindo a promover um conflito armado, que já dizimou centenas de moçambicanos, para além de ter forçado outros milhares a abandonarem as suas zonas de origens. Ao longo deste ano, o Governo da Frelimo e a Renamo andaram a fingir que procuravam um acordo para colocar fim a guerra, porém, nada foi feito. Aliás, ambos passaram o tempo todo a tomar café, enquanto centenas de moçambicanos sobrevivem à balas.

Filipe Nyusi

O Presidente da República, Filipe Nyusi, não passa de uma figura desorientada e trapaceira. O Xiconhoca, para além de estar envolvido nas dívidas contraídas ilegalmente com o aval do Estado, afirmou, esta semana, que o estado da nação mantém- -se firme. É visível a situação por que o país passa, desde guerra, sequestros, passando pelos assassinatos e fome até à crise financeira. Mas Nyusi, no cúmulo da sua insensibilidade para com os moçambicanos e vaidadezinha política, continua a escamotear deliberadamente a verdade. Xiconhoca!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!