Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: Inácio Dina; Armando Guebuza; Beute Paulino

Xiconhocas da semana: Lizha James; Atanásio M’Tumuke; Standard Bank

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Inácio Dina

O Porta-Voz do Comando-Geral da Polícia da Repúbllica de Moçambique (PRM), Inácio Dina, em um Xiconhoca emergente. Aliás, a cada semana que passa, ele vai mostrando o seu talento para proferir baboseiras. Na manifestação dos residentes das Palmeiras, no distrito da Manhiça, província de Maputo, contra a ineficácia dos agentes da Lei e Ordem no combate ao crime, a Polícia voltou a utilizar, deliberadamente, balas verdadeiras para dispersar gente desarmada e desprotegida. Dina minimizou a situação, ignorando que se violou um dos princípios básicos dos Direitos Humanos.

Armando Guebuza

Uma vez Xiconhoca, sempre o será! O antigo Presidente da República, Armando Guebuza¸é exemplo mais acabado disso. Aquele cidadão, durante a sua governação, investiu milhares de milhões de meticais no exército. Entre 2011-2014 as despesas do Ministério da Defesa cresceram 4.899,6% enquanto, no mesmo período, os investimentos no Ministério da Agricultura cresceram apenas 75,1% e no Ministério da Educação até foram reduzidos em 11,8% negativos. O Xiconhoca só pensava em promover a guerra.

Beute Paulino

No nosso país, há indivíduos que merecem pena capital por causa da atrocidade dos seus actos. Na verdade, a pena de prisão maior para Beute Paulino é insignificante, quando equiparada a tamanha barbaridade que ela cometeu. A cidadã matou e colocou numa lata de lixo a sua ?própria filha recém-nascida, no bairro Centro Hípico, na cidade de Chimoio, em Manica. A jovem, de 19 anos de idade, que justifica ter tido nado morto, encontra-se sob custódia policial.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!