Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhoca da semana: Maria Wane; Armando Júnior e Richa; Caçadores furtivos e quem lhes paga

Xiconhoca da semana: Mulher que trancou as filhas em casa e ateou fogo; Jorge Khalau prometeu...

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

1. Maria Wane

A ideia pode não ter sido da presidente de Conselho de Administração da empresa de Transportes Públicos de Maputo. Contudo, foi a senhora quem deu a cara e assumiu a vergonha. Nenhuma pessoa sensata pode acordar para vir a público falar aos moçambicanos de autocarros de luxo.

Só mesmo uma Xiconhoca pode julgar que a vocação da empresa pública de transportes é o lucro. Pouca vergonha de quem devia ter o mínimo de decoro e lisura nos seus pronunciamentos públicos. Maputo não precisa de carros de luxo. Precisamos de estradas e de uma frota capaz de responder à procura.

2. Armando Júnior e Richa

Violar uma mulher é, de todos modos, repudiável, mas violar uma menor de idade é, sob qualquer ângulo de visão, um acto que não nos dignifica como homens. Nada justifica que dois indivíduos, de 25 e 45 anos de idade, sexualmente activos, vejam numa menor um corpo para satisfazer os seus desejos carnais.

Quando ao acto de violação agrega-se o homicídio voluntário devemos acordar como sociedade e pedir a pena de morte para esse tipo de Xiconhocas. Quem se comporta dessa forma não deve viver entre pessoas de bem…

3. Caçadores furtivos e quem lhes paga

Os caçadores furtivos servem uma indústria poderosa. Eles não existiriam se não houvesse outros Xiconhocas que pagassem pelo crime que cometem contra os nossos recursos. O que estes Xiconhocas não percebem é que os Xiconhocas que pagam pelos cornos de rinoceronte e presas de elefante dão apenas o suficiente para que os primeiros dependam dos segundos. Ou seja, é um pagamento que se desvanece entre espasmos, gemidos e umas garrafas de bebida de má qualidade.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!