Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Visabeira investe seis milhões de Euros na TV Cabo em Moçambique

A Visabeira acaba de disponibilizar seis milhões de Euros a TV Cabo Moçambique a serem investidos na expansão da rede de fibra óptica, passando a abranger cerca de 11 mil casas na cidade da Beira, a capital da província central de Sofala.

Segundo anuncia a “Rádio Moçambique” citando a imprensa portuguesa, a cidade da Beira deverá estar coberta de fibra óptica dentro de seis meses.

“Vamos arrancar com o investimento da TV Cabo para a cidade da Beira, no centro de Moçambique, a segunda maior cidade do país”, revelou o presidente da empresa portuguesa Visabeira, Paulo Varela, explicando que se trata de uma rede “Fiber To The Home” (FTTH).

Isto significa que a infra-estrutura assenta numa ligação em fibra óptica, que permite a oferta de televisão e internet, desde a central até à casa do cliente, “o que em Moçambique é uma inovação completa”, garante o presidente da Visabeira.

O presidente da Visabeira assegurou que esta será “a primeira rede até a casa do cliente existente no país”, acrescentando que a tecnologia já está, no entanto, disponível numa célula no Bairro do Jardim, em Maputo.

Com a cobertura de cerca de 11 mil casas na Beira, a Visabeira Moçambique, que controla 50 por cento da TV Cabo Moçambique em parceria com a empresa Telecomunicações de Moçambique (TDM), espera vir a controlar mais de metade do mercado de televisão por subscrição na segunda maior cidade moçambicana.

“Dos estudos de mercado que realizámos, estamos convencidos de conseguir taxas de penetração ao fim de três, quatro anos, ou seja, quando o projecto estiver em velocidade cruzeiro, idênticas às que temos em Maputo”, afirmou Paulo Varela.

Varela disse que, actualmente, a Visabeira controla entre 60 a 70 por cento do mercado de televisão por subscrição na capital moçambicana.

“Este projecto está dentro do plano normal que tínhamos definido há algum tempo para Moçambique”, revelou Paulo Varela, destacando que a empresa pretendia travar novos projectos em território nacional devido à crise económica, ainda que mantenha os que já estão em curso.

A nível internacional, e além da aposta na TV Cabo Moçambique, país onde a empresa quer ter a operação da TVCabo nas principais cidades, a Visabeira continua a apostar em Angola, mercado que, em 2009, valeu à Visabeira 60,1 milhões de euros.

No caso de Moçambique, a Visabeira realiza actividades também nas áreas de construção, agro-indústria, indústria extractiva e energia.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!