Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Vinte chefes de Estado africanos estarão na abertura do Mundial

Pelo menos 20 chefe de Estado africanos estarão presentes esta sexta-feira na cerimônia de abertura e na partida inaugural do Mundial da África do Sul, no estádio Soccer City de Johannesburgo, entre eles Armando Guebuza de Moçambique. “Pode ser que venham outros, mas há vinte confirmados até agora”, afirmou Ayande Ntsaluba, diretor-geral do ministério de Assuntos Exteriores sul-africano, falando sobre a presença de lideres do continente negro.

Mugabe está sujeito à proibição de viajar para a União Europeia e Estados Unidos por um suposto envolvimento em uma série de delitos, inclusive eleitorais, mas, mesmo assim, viajará para a África do Sul. “A África do Sul convidou a todos os chefes de Estado para agradecer por seu apoio a este evento”, destacou Ntsaluba.

Já o presidente sudanês Omar Al-Bashir, sobre quem pesa uma ordem de prisão internacional por crimes contra a Humanidade em Darfur, recusou o convite para a inauguração do Mundial da África do Sul. “Ele foi convidado para o Mundial, mas indicou que não virá”, informou Ayanda Ntsabluba.

O não de Al-Bashir ao convite acontece depois que, no final de maio, o presidente sul-africano Jacob Zuma ter dito que seu colega sudanês seria detido se pisasse em território sul-africano. “A África do Sul respeita o direito internacional e, como signatário dos tratados, aplicará a lei”, afirmou Zuma ante o Parlamento, em resposta a uma pergunta sobre o que faria caso Bashir resolvesse visitar seu país por ocasião do Mundial.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!