Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Verónica Macamo já não vai andar de S500

Na sua edição do dia 15 de Novembro de 2012, @Verdade informou que a Presidente de Assembleia da República (AR), Verónica Macamo, passaria a deslocar-se de um Mercedes Benz S500 que custaria aos cofres do Estado cerca de 500 mil dólares. Volvidos três meses, informações fornecidas pelas nossas fontes na AR dão conta de que a compra foi abortada.

O artigo gerou uma onda de contestação por parte dos leitores do @Verdade, sobretudo pelo valor da compra, que é muito acima do preço real do carro no fabricante. Na verdade, a viatura custa 250 mil dólares. No entanto, a AR não adquire os seus carros nos fabricantes o que, em última análise, agrava o preço de aquisição dos mesmos. A compra da AR foi en- comendada a uma empresa de venda e impor- tação de viaturas, a Entreposto Moçambique.

“O Secretariado-Geral da Assembleia da Re- pública solicitou a V. Excia a disponibilização de uma viatura protocolar, de marca Mercedes Benz S500, blindada, para a sua Excelência Presidente da Assembleia da República”, lê-se no documento que solicitava o mimo para Ve- rónica Macamo. Estranhamente, a encomenda foi cancelada. No entanto, a Presidência da Re- pública recebeu mais duas viaturas da mesma empresa, embora as tenha solicitado muito depois da AR.

A encomenda feita pela Assembleia da Re- pública é muito mais antiga, mas revelou-se, dizem, contraproducente. A solução mais óbvia, defendem, foi deixar a aquisição em banho-maria. Até porque espera-se maior contenção nos gastos que visam dar conforto à Presidente da AR, uma vez que no início de 2012, a Comissão Permanente da Assembleia da República chegou a dar uma conferência de imprensa para anunciar austeridade.

Não se trata, no entanto, de um gasto acima do previsto. É um carro a que a Presidente da AR tem direito por inerência de funções. Porém, é algo que vai contra o discurso vigente, sobre- tudo numa altura em que os moçambicanos enfrentam dificuldades extremas no que aos transportes públicos diz respeito.

Pergunta: O leitor concorda com o cancelmento da importação do Mercedes S500 que estava destinado à Presidente da Assembleia da República? Qual, na sua opinião, devia ser o tecto orçamental para a aquisição de uma via- tura para um dirigente no país?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!