Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Vereadores e chefes dos postos administrativos despedidos por Manuel Tocova voltam ao trabalho

O Tribunal Administrativo de Nampula mandou invalidar a exoneração de vereadores e chefes de postos administrativos e a consequente nomeação de novos quadros em sua substituição, pelo edil inteiro local, Manuel Tocova, julgado e condenado a três meses de prisão com pena suspensa, semana passada, por desobediência à Procuradoria Provincial da República em Nampula.

Trata-se de 10 vereadores e seis chefes de postos administrativos pelo presidente interino de Nampula, logo que assumiu a presidência provisória daquela autarquia, por causa do assassinato bárbaro de Mahumudo Amurane, a 04 de Outubro último.

O Tribunal Administrativo de Nampula considerou que os despachos de exoneração e de nomeação chancelados por Manuel Tocova não têm efeito algum.

Assim, a partir desta segunda-feira (06), os funcionários exonerados retomam os seus cargos. Tal é o caso de Maria Moreno, que ocupava a função de directora.

Os funcionários que deixam os cargos que ocuparam por muito pouco tempo são todos do Movimento Democrático de Moçambique (MDM) e tinham sido despedidos por Mahamudo Amurane devido à pretensa corrupção.

A Procuradoria Provincial da República em Nampula teria alertado a Tocova para que não avançasse com novas designações e devia conformar-se com a lei, mas ele fez ouvidos de mercador e mandou passear a tudo e todos, o que lhe custou a condenação acima referida.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!