Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Vem aí o 13º Ciclo do Cinema Europeu, em Maputo e na Matola

As cidades de Maputo e Matola acolhem, a partir de amanhã, seis de Maio, e até nove de Junho, um ciclo de Cinema Europeu, que está na sua 13ª edição, e  inclui filmes inéditos em Moçambique. As sessões, que são de acesso gratuito, podem ser acompanhadas no Centro Cultural Franco-Moçambicano, em Maputo, e no Cinema 700, na cidade da Matola.

Os organizadores, as várias Embaixadas e Instituições culturais de países da União Europeia e da Comissão Europeia representados no nosso país, pretendem mostrar algum do melhor cinema europeu contemporâneo que versa situações igualmente vividas pelos moçambicanos.

Por exemplo, no filme “Avós Guerrilheiras” de Ike Bertls, fala-se das idosas que arriscam as suas vidas pela liberdade depois de 500 anos de colonialismo. “Agora, as avós – como boa parte dos nativos – lutam para viver num Moçambique globalizado”.

Um outro filme, que de qualquer modo associa-se à realidade moçambicana, é do sueco Mikael Marcimain, intitulado “A Trabalhadora do Sexo”. Neste, a narrativa circunda em torno de Iris, uma jovem ingénua, que é recrutada a partir de um lar juvenil para servir – sexualmente – os homens de alta sociedade.

No entanto, o filme “The Hunt”, que significa A Caça, dará o pontapé de saída as sessões, num evento a ter lugar no Centro Cultural Franco-Moçambicano, em Maputo, a partir das 19.30 horas.

O filme é de Dinamarquês Thomas Vinterberg e fala de “Um homem de nome Lucas, com 40 anos de idade, que após um divórcio bastante difícil, tem agora uma nova namorada, um novo emprego e encontra-se num processo de restabelecimento da sua relação com o seu filho adolescente, Marcus”. Nesse drama, nem tudo corre bem. Mais tarde, Lucas enfrenta sozinho uma luta pela sua vida e dignidade.

Na nossa edição impressa, na sexta-feira do dia nove de Maio, publicaremos informações pormenorizadas sobre o calendário.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!