Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

União Africana condena a destruição de sepulturas em Tombouctou

A União Africana (UA) condenou a destruição contínua de sepulturas em Tombouctou, no Mali, classificadas Património Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

O presidente da Comissão da UA, Jean Ping, declarou num comunicado divulgado, esta Segunda-feira (9), que está preocupado com a destruição de vários santuários islâmicos pela milícia Ansar Dine, que está oposta à veneração dos santos, na zona inscrita na lista do Património Mundial da UNESCO.

Os islamitas radicais, que tomaram o controlo de Tombouctou e do resto do norte do Mali há três meses, consideram os santuários como idolatrias e destruíram sete sepulturas em dois dias.

O Governo do Mali exprimiu a sua indignação face à destruição dos tesouros culturais na cidade lendária, uma antiga encruzilhada do deserto e centro de aprendizagem conhecido sob o nome de «Cidade dos 333 Santos».

Os islamitas ocuparam a zona em Março último com os rebeldes tuaregues, mas os antigos aliados foram expulsos, deixando a milícia Ansar Dine no comando.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!