Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

UCM capacita estudantes sobre saúde sexual reprodutiva

Um número considerável de Estudantes e docentes das Faculdades de Direito e da Educação e Comunicação, da Universidade Católica de Moçambique, a funcionarem na cidade de Nampula, acabam de ser capacitados sobre assuntos relacionados com a saúde sexual reprodutiva, género e HIV/SIDA, no âmbito da materialização do projecto de prevenção e combate a esta doença promovido pela Faculdade de Medicina da referida universidade instalada na cidade da Beira.

Idalce Machaieie, coordenadora do núcleo de combate ao HIV/SIDA na Faculdade de Educação e Comunicação e coordenadora do referido curso, disse à nossa Reportagem que a iniciativa reveste-se de grande importância, porquanto vai permitir que os capacitados disseminem as mensagens de prevenção e combate à pandemia da SIDA naquelas faculdades.

Segundo a interlocutora, o que acontece é que os estudantes universitários, neste caso da Universidade Católica de Moçambique em Nampula, precisam perceber melhor o que é isso de saúde sexual reprodutiva e o que,igualmente, é o género, tanto para homens assim como para mulheres. Mas tudo isso inserido nas actividades de prevenção e combate ao HIV|SIDA neste ponto do nosso país.

A verdade é que há, ainda, muito trabalho a realizar nos estabelecimentos de ensino superior do país por forma a despertar uma maior consciência dos estudantes sobre o risco que representa a doença para a vida dos quadros que estão a ser formados no país, disse.

A nossa Reportagem soube, também, que esta é a primeira vez que tal capacitação dos estudantes das Faculdades da Universidade Católica de Moçambique localizadas na cidade de Nampula acontece, depois de ter sido realizada no ano passado na cidade da Beira.

Entretanto, informações do governo da província de Nampula, a mais populosa do país, referem que até finais do ano passado, haviam sido formados perto de 15 mil jovens de várias idades em matérias ligadas à educação de pares e habilidades, que se encontram a disseminar mensagens de prevenção e combate ao HIV/SIDA.

Ainda inserido nos programas de combate ao SIDA, o executivo de Nampula diz igualmente que terá feito um grande esforço que resultou na reactivação de um total de 18 comissões distritais de prevenção e combate à doença, com o envolvimento de líderes comunitários.

Foram aconselhadas e testadas até aquele período na província de Nampula, 234.908 pessoas, sendo 23.874 feito nas comunidades e as restantes nas unidades sanitárias.

Todavia, nos serviços de Tratamento antirectroviral foram inscritos 11.757 doentes, dentre os quais 10.151 adultos e 867 crianças.

Começaram o tratamento 2.757 doentes, sendo 334 crianças e 2.423 adultos. Actualmente, a taxa de seroprevalência na província de Nampulaé situa-se em nove por cento.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!