Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambola 2011: tudo é possível no confronto entre campeão e vice

Liga Muçulmana e Maxaquene entram em duelo a partir das 15 horas deste domingo. Em encontro referente à 4ª jornada do Moçambola 2011, as duas formações prometem um jogo de paciência e respeito mútuo.

Liga-Maxaquene: como vai acabar esta história? O campo da Liga Muçulmana será o palco de um confronto entre um clube que quer entrar na história do futebol moçambicano e outro que já faz parte dela. As posições dos dois, na tabela classificativa, estão bem diferentes em relação ao ano passado.

Um no 1º lugar, o outro no quarto, mas com os mesmos pontos do terceiro. Ainda assim, a diferença é uma ilusão: há apenas três pontos entre os tricolores e muçulmanos. A vida dos tricolores no campeonato resume-se de modo simples: duas vitórias em casa e uma fora de portas. A Liga fez dois jogos fora e perdeu um.

Ganhou em Vilankulos e foi perder em Tete.No sábado pode ser, neste campeonato, a única equipa a travar o Maxaquene no que toca a jogos oficiais. Após uma goleada ao Costa de Sol e um triunfo esclarecedor diante da surpreendente formação do Incomáti, o Maxaquene chega ao embate bem motivado para discutir o jogo com o campeão nacional.

Não há motivação especial

Antoninho Muchanga, treinador adjunto do Maxaquene, declarou que “jogar com a Liga é como fazê-lo com o Vilankulos.” Por isso “não há razões para motivação especial. Até porque a motivação surge quando se trata de jogos com equipas grandes. Ou seja, para tal tinha de se jogar com o Desportivo, o Costa do Sol e o Maxaquene “que são os verdadeiros candidatos ao título.”Ainda assim, o registo dos tricolores no reduto dos muçulmanos não mostra qualquer vitória.

Maxaquene jogará na expectativa

O treinador da Liga Muçulmana, Artur Semedo, declara que a equipa tem de ter ambição. Na antevisão da partida, o técnico considerou que o Maxaquene é uma equipa motivada, mas que nunca jogou ‘olhos nos olhos’ com a Liga Muçulmana. Semedo diz que o adversário vai jogar no contraataque porque nas ocasiões anteriores teve sucesso com tal estratégia.

Mas “seria bom para o futebol”que o Maxaquene jogasse olhos nos olhos. As baixas, por outro lado, não preocupam o técnico muçulmano. Mais importante, diz, é a interpretação dos princípios de jogo que o modelo preconiza.

Maxaquene venceu o primeiro duelo

Nesta época, o Maxaquene conta com um triunfo frente à Liga Muçulmana, em jogo da Supertaça. Uma vitória tricolor significaria, então, um golpe duro no investimento dos muçulmanos. Aliás, com o campeonato ainda nas primeiras rondas, há muitos jogos por disputar, mas é neste tipo de encontros que se começa a distinguir os candidatos ao título dos que vão andar aflitos.

Entrentanto a jornada 4 do Moçambola começa a ser disputada este sábado, no campo do Costa do Sol quando às  15 horas o Costa do Sol defrontar o Desportivo.

A jornada completa-se no domingo com os seguintes jogos:

Campo da Liga Muçulmana 15.00 h – Liga Muçulmana-Maxaquene

Estádio da Machava 15.00 h – Fer. Maputo-Matchedje

Campo do Incomáti 15.00 h – Incomáti-Fer. Beira

Campo do Fer. Manga 15.00 h – Sporting-Atlético Muçulmano

Estádio 27 de Novembro 15.00 h – HCB do Songo-Chingale

Estádio 25 de Junho 15.00 h – Fer. Nampula-Vilankulo FC

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!