Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tribunal egípcio condena dois partidários de Mursi à morte

Um tribunal egípcio condenou à morte neste sábado dois partidários do ex-presidente Mohamed Mursi, por assassinatos durante os atos de violência que tomaram a cidade de Alexandria no ano passado, depois que o Exército depôs o chefe de Estado islâmico.

Os dois homens estavam sendo julgados por crimes que incluíam atirar jovens do topo de um edifício na cidade do Mar Mediterrâneo.

O juiz decidiu que os dois homens devem ser submetidos ao mufti, maior autoridade religiosa da nação, para a qual as decisões sobre sentenças de morte são enviadas.

Num outro caso, um tribunal egípcio da província de Minya, no sul do país, sentenciou 529 partidários da Irmandade Muçulmana à morte, causando grandes críticas por parte de governos ocidentais e grupos de defesa dos direitos humanos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!