Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Três detidos por tentativas de suborno a membros da polícia

Trê s cidadãos moçambicanos estão detidos por tentativas de subornar agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM), durante a semana passada.

De acordo com o Porta-voz do Comando Geral da PRM, Pedro Cossa, entre os detidos, consta um cidadão moçambicano que tentava traficar, na província nortenha de Nampula, nove imigrantes ilegais de origem asiática.

O referido cidadão, quando interpelado pela Polícia de Trânsito (PT) naquela região do país, tentou subornar os agentes com 45.800 meticais (aproximadamente 1500 USD) para que o deixassem passar.

Os outros dois casos ocorreram em Maputo, no Sul, e Manica, no Centro de Moçambique, envolvendo dois cidadãos que se encontravam a conduzir em situação irregular.

No caso de Maputo, o cidadão em causa tentou subornar a polícia com 20 mil meticais (640 USD) e no outro o visado pretendia dar 100 meticais (3,2 USD).

Estas informações foram reveladas, terça-feira, em Maputo, a capital moçambicana, durante o habitual ‘briefing’ semanal sobre a situação da criminalidade no país.

Em toda a semana finda foram registados 203 casos criminais, dos quais 185 foram esclarecidos. Deste universo, 119 são crimes contra a propriedade, 48 contra pessoas e 18 contra a ordem pública.

No período em analise, 1.011 indivíduos estiveram envolvidos na prática de diversos crimes, sendo de destacar: 792 no crime de violação de fronteira, 172 no de delito comum e 47 na imigração clandestina.

De referir que 127 moçambicanos foram repatriados da vizinha África do Sul, dos quais 112 homens, dez mulheres e cinco menores.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!