Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Trabalhadores da SINER segurança em greve em Chimoio

Cerca de oitenta trabalhadores efectivos da empresa SINER Segurança, na Cidade do Chimoio, estiveram durante todo o dia da última sexta-feira amotinados no portão da sede da Empresa Pública Electricidade do Moçambique (EDMEP), onde funcionam os escritórios provinciais da SINER em Maniica.

Os tais trabalhadores reivindicavam os seus ordenados atrasados há mais de quatro meses. Os agentes da segurança privada prometeram que não haverá tréguas, enquanto seus ordenados em atraso não forem pagos na totalidade. Sebastião Domingos, guarda da empresa, disse que há quatro meses que ele e seus colegas não recebem os respectivos ordenados, remetendo as suas famílias para o desespero. Segundo soubemos, a direcção da SINER havia prometido aos trabalhadores que iria pagar o valor em divida ate o passado dia 29 de Janeiro, o que não aconteceu.

A nossa reportagem contactou a direcção da empresa SINER-Segurança em Chimoio, na pessoa do respectivo chefe do efectivo provincial, Marques António, o qual reconheceu estar-se em divida com o efectivo correspondente a quatro meses de salário. “Neste momento estamos ainda na fase de cobranças aos nossos clientes. Após o término dessas cobranças, vamos pagar aos funcionários” – acrescentou. A SINER em Manica conta com um efectivo de 81 trabalhadores. A empresa protege firmas privadas e instituições públicas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!