Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

O veterano Land Cruiser

O veterano Land Cruiser
As origens do Land Cruiser remontam a 1951, altura em que a Toyota lançou o BJ, o seu primeiro modelo de tracção total. Como não poderia deixar de ser, seis anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, foi inspirado no Jeep utilizado pela infantaria americana durante o conflito. Por isso, chamou-se Toyota Jeep, mas em 1954, quando a Willys Overland registou o nome Jeep, o BJ foi rebaptizado como Land Cruiser.

 
Em 1956 tornou-se o primeiro modelo da Toyota a ser exportado e, dois anos depois, surgiu no Salão de Barcelona o FJ 25, equipado com um motor de 3386 cc; mas, face à concorrência dos construtores americanos e europeus, apostou claramente nos mercados da América do Sul, Médio Oriente e África, onde ainda hoje tem grande implantação. No final dos anos 60, numa altura em que o mercado americano estava receptivo a grandes wagons 4×4, a marca japonesa apresentou o FJ 55V (a terceira geração Land Cruiser), de quatro portas. Com o passar dos anos, os Land Cruiser passaram a marcar presença nos cinco continentes. É fácil encontrá-lo no meio do deserto do Sahara, (onde os HDJ 80 são os novos dromedários dos touaregues), nas imensidões da Austrália, nas estepes da Ásia Central ou nas cidades europeias.
Hoje, a gama Land Cruiser conta com veículos de trabalho como os FZJ, mas também os GRJ, TRJ e, agora, o novo Land Cruiser V8, a oitava geração de uma família de mais de cinco milhões de modelos construídos desde 1951, vendidos em 140 países e produzidos em nove fábricas espalhadas pelo globo.
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!