Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tocoli reitera determinação na liderança aos dirigentes do sector de Educação

O governador da província de Nampula, Felismino Tocoli, voltou a recomendar aos responsáveis do sector da Educação a tomarem urgentes medidas administrativas afim de, entre vários objectivos, ultrapassar os diversos constrangimentos relacionados com a má gestão dos recursos humanos, materiais e financeiros ao nível dos estabelecimentos de ensino público.

Tocoli, que, Quinta-feira, manteve um encontro com os directores das escolas, directores adjuntos pedagógicos e representantes dos conselhos das escolas da cidade de Nampula, instou-os a assumirem as suas tarefas com a necessária responsabilidade.

Apesar dos relatórios revelarem avanços significativos no sector da educação e, sobretudo, no capítulo da formação do capital humano e expansão da rede escolar, o governador considera que muita coisa há ainda por se fazer.

A questão da qualidade de ensino e aprendizagem foi referida pelo mais alto da província como um dos mais graves problemas de actualidade.

Para Tocoli, a culpa recai sobre os gestores de educação e, principalmente, os directores das escolas que assumem o cargo sem a requerida responsabilidade e sem exercerem qualquer controlo em relação aos professores faltosos e incompetentes.

O governante referiu, igualmente, à questão da falta de transparência e de domínio na elaboração de folhas de salários que, de forma sistemática, é apontada como sendo uma verdadeira “pedra no sapato” no respectivo processo.

Além da insuficiência de salas de aula e carteiras, alguns representantes das escolas apontaram no referido encontro à questão do rácio professor/aluno que nos últimos tempos tem sido outra dor de cabeça para um acompanhamento efectivo do aproveitamento pedagógico.

Defenderam a necessidade de formação e ou reciclagem dos dirigentes de escolas de ensino básico, como forma de os dotar de instrumentos básicos de gestão da instituição para inverter o actual cenário de deficiente desempenho dos professores.

Na sequência do cumprimento da sua agenda de trabalho, Felismino Tocoli deslocou-se, ainda ontem, aos Serviços de Educação, Juventude e Tecnologia da Cidade, Escolas Comunitárias de S. João de Deus e S. João Baptista de Marrére, onde teve oportunidade de se inteirar das várias realizações ali efectuadas no quadro da promoção do ensino às comunidades locais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!