Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tocoli quer mais mulheres a beneficiarem de ‘sete bis’

O governador da província de Nampula, Felismino Tocoli, considera de exíguo o número de mulheres que beneficiam dos Fundos de Desenvolvimento Distrital, vulgo “sete milhões”, quando comparado com o dos homens.

Tocoli reagia, assim, aos informes das administrações distritais de Nacala-a-Velha e Nacala-Porto, que apontam baixo índice de acesso a esses fundos por parte desta camada da sociedade.

Para inverter a tendência, na óptica do governador, os governos locais em coordenação com os conselhos consultivos precisam de definir outras estratégias de aprovação de projectos bem a atribuição de respectivos valores.

É certo que a pobreza afecta a todos nós como moçambicanos, mas quando são poucas mulheres que se beneficiam destes fundos, isso faz com que elas fiquem mais expostas à pobreza absoluta.

Portanto, vamos trabalhar para inverter este cenário, anotou. Entretanto, no distrito de Nacala-a- Velha, o governador soube que uma das mulheres que se beneficiou desses fundos, está a implementar o seu projecto no mercado principal da vilasede.

Trata-se de Agira Abacar, que se mostrou satisfeita com o dinheiro que recebeu. Isto é uma prova de que as mulheres também são capazes de elaborar os seus projectos sustentáveis. É verdade que não é fácil, mas consegue-se com determinação e, sobretudo, seriedade, salientou Tocoli.

Naquelas regiões costeiras, o grande problema dos projectos financiados pelos fundos de desenvolvimento distrital têm a ver com a falta de monitoramento ou acompanhamento técnico, situação que é tida como estando a contribuir para o fracasso da maior parte deles e consequente baixo reembolso dos mesmos.

Em Nacala-a-Velha e Nacala-Porto, as actividades mais financiadas com este fundos, estão relacionadas com a instalação de indústrias moageiras, criação de gado bovino e caprino, a produção agrícola com destaque para o milho, fabrico de blocos de adobe, promoção do turismo, reabilitação de cantinas rurais, aquisição de tractores, motobombas e material de pesca.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!