Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

TDM responde sobre o caso da menina ferida pelo poste*

No passado dia 24 de Maio de 2013, ocorreu no Bairro de Mavalene, na Cidade de Maputo, um acidente provocado pela queda, por causa ainda não apurada, de um poste da TDM, ferindo gravemente uma criança de 8 anos de idade, de nome Sheila Rafael Francisco Macarala, quando se dirigia à sua residência.

 

Logo que os Gestores da TDM tomaram conhecimento do ocorrido, constituíram de imediato uma equipa de trabalho para proceder ao acompanhamento do caso. A referida equipa deslocou-se ao HCM, no dia 06/06/13, para uma visita à vítima e inteirar-se do seu estado de saúde, bem como colher informação do seu estado clínico junto dos médicos que o assistiam.

 

De acordo com a informação médica fornecida, o menor estava em processo de exames específicos (audiometria), pois apresentava sequelas na audição e visão, o que impossibilita o seu regresso às aulas no presente ano lectivo, pois o seu estado clínico é crítico, o que poderá determinar o recurso à cuidados especiais.

Na sexta-feira, 7/06/2013, a criança recebeu alta médica, com a recomendação de continuar com o tratamento ambulatório a partir da segunda-feira dia 10/06/2013, incluindo a realização de outras consultas. Credenciada, a equipa fez o devido acompanhamento das consultas e, devido ao agravamento do quadro clínico da criança e dado o relatório da Médica-chefe que apontava para uma nova necessidade de internamento, a equipa diligenciou a transferência do menor para a Clínica do Hospital Central, onde neste momento se encontra a receber os devidos cuidados e tratamentos.

A TDM está, desde o inicio, a suportar em 100% o valor total das despesas, dado que o poste que causou a mazela é seu, para além da mãe do menor ser viúva e desprovida de meios, recursos e condições necessárias para fazer face à situação A evolução do estado de saúde bem assim o resultado dos tratamentos determinarão o tipo de acções que deverão ser tomadas no futuro; contudo, a TDM tudo fará para minimizar as necessidades decorrentes do incidente originado por um bem da sua propriedade, para além de se apurarem, internamente, as causas e eventuais responsabilidades.

Finalmente, a TDM, SA lamenta profundamente o ocorrido, reiterando-se que estão em curso diligências visando apurar as causas do acidente e evitar a ocorrência de outros casos do género.

*Resposta da TDM

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!