Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Taça de honra: O vencedor será conhecido este sábado (09)

O campo da Liga Muçulmana na Matola foi palco, na última quinta-feira (07), da quarta e penúltima jornada da Taça de Honra, um torneio que envolve equipas que vão representar a cidade de Maputo na edição 2013 do Moçambola.

No primeiro confronto, que colocou frente a frente o Maxaquene e o Matchedje, a equipa tricolor levou a melhor por 2 a 0, com golos apontados por Eboh e Gabito aos minutos 20 e 77 respectivamente. Com este resultado, a turma militar terminou a prova no fundo da tabela classificativa com apenas uma vitória e três derrotas.

No segundo jogo e curiosamente o mais esperado da tarde, a Liga Muçulmana defrontou o Costa do Sol numa partida onde, apesar do resultado final de 1 – 1, o público saiu a ganhar. As duas equipas foram protagonistas de um excelente embate, onde a capacidade de circulação rápida de bola e de retenção foi levada ao extremo, bastante agradável para quem assistia o melhor do futebol praticado em Moçambique.

No início o Costa do Sol entrou com uma disposição táctica de 4 – 4 – 2 contra um volátil 4 – 5 – 1 da Liga, com o Hélder Pelembe, mais a extremo direito, em ocasiões de ataque a fugir para fazer a dupla de avançados com Sonito para concluir o perfeito 4 – 4 – 2. Com este método, passava pela cabeça de Litos anular o meio-campo canarinho, sobejamente conhecido pela capacidade de retenção e circulação de bola, bem como o da criação de jogadas de perigo porém, debalde.

O Costa do Sol não só dominou nos instantes iniciais como foi mais ofensivo, com Manuelito I a conceber jogadas de ataque que baralhavam o quarteto defensivo muçulmano. À passagem do minuto 14, Dário Khan usou a cabeça para concluir um centro muito bem tirado por Manuelito II do flanco esquerdo, marcando o primeiro golo.

A Liga Muçulmana a jogar sempre ao contra-ataque, respondeu quatro minutos depois numa jogada rápida em que Hélder Pelembe, bem lançado, foi travado com falta por Dito para uma grande penalidade. Sonito, chamado a cobrar fez o que lhe incumbia: empatar o jogo.

A seguir ao tento muçulmano e até ao apito final do árbitro, a partida prosseguiu equilibrada com as duas equipas a procurarem no lugar de marcar golos, testar outras formas de ser e estar no campo, bem como rodar alguns jogadores.

Um dado curioso é que mesmo com a entrada de (5) novos jogadores, mesmo com o Costa do Sol a tentar o ataque pelo centro diante de uma Liga mais aberta pelas laterais, as duas equipas não mudaram os seus sistemas de jogo, o que para muitos demonstrou o nível de seriedade e de preparação destes dois clubes rumo ao Moçambola 2013.

Neste sábado (09), a competição vai obedecer ao seguinte calendário, no Estádio da Machava:

14h: Ferroviário de Maputo – Costa do Sol

16h: Maxaquene – Liga Muçulmana

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!